outubro 20, 2020

XX Seminário Internacional Político-Estratégico

by CAE CPLP in Seminários

No dia 29 de setembro de 2020, o Centro de Análise Estratégica da CPLP (CAE/CPLP) realizou o XX Seminário Internacional Político-Estratégico que, pela primeira vez, foi totalmente virtual, transmitido ao vivo (em direto) pelo canal do CAE no Youtube.

O tema do seminário foi “O Triângulo Estratégico da CPLP:

a centralidade de Moçambique e sua importância geoestratégica.”

A moderação foi conduzida pelo Prof. Dr. Alberto Ferreira (Moçambique). Os palestrantes convidados foram: Tenente-Coronel Luis Bernardino (Portugal), Dr. Hosten Yassine Ali (Moçambique), Prof. Dr. Paulo Mateus Wache (Moçambique) e Prof. Dr. Danilo Marcondes (Brasil).

Os objetivos do seminário eram a difusão do conceito do “Triângulo Estratégico da CPLP”, criado pelo CAE/CPLP, que acentua a importância dos oceanos Atlântico e Índico para a CPLP, bem como, entender a centralidade e a importância geoestratégica de Moçambique nesse triângulo, sendo plenamente alcançados.

O Diretor do CAE/CPLP, CMG Francisco EVANDRO Rodrigues Camelo, na abertura, fez a seguinte explanação sobre o tema:

“Ao olhar para a disposição geográfica dos Estados Membros da CPLP no planeta, constata-se um posicionamento triangular, sobre os quatro continentes da Terra, que pode suscitar uma importante ferramenta de debate sobre orientação estratégica da comunidade. Assim, a construção conceitual primária desse “Triângulo Estratégico” emerge da constatação acima referida, cujos vértices são, especificamente, os limites ao norte, ao oeste e à leste do globo terrestre, respectivamente, Portugal, Brasil e Timor Leste. Não obstante, com similar relevância, os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique e São Tomé e Príncipe constituem a espinha dorsal dessa estrutura triangular imaginária.

Dentre estes seis Países africanos, destaca-se Moçambique, cuja imaginária mediana do triângulo corta seu território, assumindo uma posição de fiel da balança. Ademais, a posição estratégica moçambicana exerce não só um papel de centro da base do triângulo, extrapola a alegoria matemática, por ter um papel de elo, corredor, passagem lusófonas que ligam o Oceano Índico ao Oceano Atlântico. Neste sentido, em uma tentativa de definição do conceito, o “Triângulo Estratégico da CPLP” representaria a região geoestratégia, geopolítica e oceano política da Comunidade, com base na ligação dos países vértices, tendo Moçambique o ponto de equilíbrio, dentro ou a partir da qual emergem os interesses da Organização.”

Prof. Dr. Alberto Ferreira
CMG Francisco EVANDRO Rodrigues Camelo
Prof. Dr. Paulo Mateus Wache
Prof. Dr. Danilo Marcondes

Prof. Dr. Paulo Mateus Wache

O vídeo completo do seminário pode ser visto no canal do CAE no Youtube, por intermédio da URL:

https://youtu.be/ZsYOPRboDVY

Deixe uma resposta