outubro 14, 2019

XVIII SEMINÁRIO INTERNACIONAL POLÍTICO ESTRATÉGICO DO CAE/CPLP

Audiência do XVIII Seminário

O Centro de Análise Estratégica da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CAE/CPLP) realizou, no dia 10 de outubro de 2019, no Montebelo Indy Congress Hotel, na cidade de Maputo, Moçambique, o XVIII Seminário Internacional Político Estratégico subordinado ao tema “Desafios da CPLP na Resposta em Situações de Desastres Naturais: Caso dos Ciclones IDAI e Kenneth em Moçambiqueʺ.

O ato de abertura do evento foi realizada pelo Diretor do CAE/CPLP, CMG Francisco

Director do CAE/CPLP, Capitão-de-Mar-Guerra Francisco Evandro Camelo.

Evandro Rodrigues Camelo, no qual enfatizou que os objetivos do seminário eram a busca das experiências, desafios enfrentados e ensinamentos obtidos pelos Estados Membros da CPLP na ajuda à Moçambique, por ocasião dos ciclones Idai e Kenneth, compilar e disseminar tais informações,  observações e sugestões apresentadas, a fim de contribuir para a elaboração do “Protocolo de ações de resposta da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) à situações de catástrofes”, que atualmente é tema de estudo de um Grupo de Trabalho da componente de Defesa da CPLP.

O evento contou com seis apresentações divididas em dois painéis, ambos seguidos de debates. O seminário transcorreu pelas partes da manhã e da tarde e, pela primeira vez na história do CAE/CPLP, foi transmitido ao vivo para os Estados Membros, por videoconferência.

Dr. Adérito Aramuge (INAM), Dr. Hélder Cafala (Núcleo Nacional de Angola), Capitão-de-Mar-Guerra Marcos

O primeiro painel, realizado pela manhã, teve como oradores: Dr. Adérito Aramuge (Diretor do Instituto Nacional de Meteorologia – INAM); Dr. Hélder Cafala (Representante do Núcleo Nacional de Angola), que se deslocou de Angola para participar do Seminário; Comandante Carlos Guerra (Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil de Portugal – ANEPC), que se deslocou de Portugal para participar do Seminário; e Comandante Paulo Manuel Gonçalves da Silva (Adido de Defesa de Portugal em Moçambique). E a moderação foi realizada pelo CMG Marcos Magagula, Coordenador do Núcleo Nacional de Moçambique.

Dr. Ricardo Daskal (Chefe da Secção Consular da Embaixada de Brasil), Dr. Francisco Manuel (Núcleo Nacional de Angola) e Dr. Emílio Zeca (CEEI/UJC), da esquerda à direita.

Por sua vez, na parte da tarde, o segundo painel teve como oradores o Secretário Ricardo Daskal (Chefe da Seção Consular da Embaixada do Brasil) e o Prof. Dr. Emílio Zeca (professor e pesquisador do Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais da Universidade Joaquim Chissano – CEEI/UJC). E a moderação foi realizada pelo Dr. Francisco Manuel (Núcleo Nacional de Angola), que também se deslocou de Angola para participar do Seminário.

O Evento teve a participação de uma centena de pessoas, com o destaque das presenças dos Embaixadores do Brasil, Timor-Leste, Cônsul de Cabo Verde, Adidos de Defesa, e representantes de embaixadas, de instituições do Estado, das Forças de Defesa e Segurança, de instituições acadêmicas civis e militares, e da sociedade civil.

O Seminário se debruçou sobre as dolorosas experiências que os desastres naturais podem provocar, recorrendo aos recentes casos de Moçambique, sendo enfatizado que a busca de uma eficaz capacidade de resposta às situações de catrástrofes afigura-se como um grande e complexo desafio para os Estados Membros da CPLP, porque tais eventos não conhecem fronteiras e exigem reações conjuntas, rápidas e coordenadas.

Foto de Familia

Após as apresentações e debates, o Embaixador do Brasil em Moçambique, Exmo. Sr.  Carlos Alfonso Iglesias Puente, procedeu o encerramento do evento, destacando a relevância do tema na conjuntura dos Estados Membros da CPLP, e reconheceu a nova dinâmica empreendida pela atual Direção do CAE/CPLP e expressou a disponibilidade da para apoiar as atividades desenvolvidas por este Órgão.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *